Gerir com eficiência os recursos da organização é, sem dúvida, um dos pilares para uma performance qualificada nos negócios. No entanto, é preciso adotar soluções que ajudem de maneira eficaz as organizações a atingirem esta meta, como é o caso de um sistema ERP empresarial.

Investir em um sistema de gestão empresarial tem sido o diferencial de empresas.  Além de se destacarem no mercado, passam a ganhar tempo, reduzir perdas e ainda melhorar a produtividade.

Mas o que é um ERP empresarial? Como estes sistemas funcionam? Quais os ganhos para a organização? Para saber mais, continue a leitura!

O que é um ERP Empresarial?

Um ERP (sigla do inglês que significa Enterprise Resource Planning ou em português Planejamento dos Recursos da Empresa), é um sistema de gestão empresarial integrada cuja principal finalidade é a organização do fluxo de informações entre os diferentes setores da empresa.

Dentro do sistema ERP, todos os setores e atividades da empresa estão diretamente interligados, o que significa que as informações registradas de uma área ficam disponíveis para um relatório gerado em outra, por exemplo.

Isso significa também que todos os dados gerados pela empresa passam a estar concentrados em uma única base de dados, de forma a condensar as informações e a gerar relatórios precisos sobre a real situação da organização.

Como funciona um ERP Empresarial?

Um sistema ERP empresarial é composto por módulos, como um grande “quebra-cabeça”. Assim, ao interligar os módulos para cada área, os dados dos setores de uma empresa passam a se unificar e a compor uma única base de dados.

É muito comum uma empresa utilizar vários sistemas de gestão para realizar as atividades do dia a dia. Por exemplo, um sistema para o controle de estoque, outro para contas a pagar, outro para a emissão de notas fiscais, enfim, pela descentralização das informações não é incomum que o empreendedor atrase as contas, deixe de controlar o estoque e acabe tendo prejuízos.

A adoção de um ERP empresarial auxilia a empresa a ganhar maturidade da gestão e a manter suas informações sempre atualizadas para uma tomada de decisão assertiva e coerente à realidade dos negócios.

Benefícios da adoção de um sistema ERP

Ainda é comum empresas utilizarem planilhas e vários sistemas para o controle de finanças, estoques, etc. Mas os riscos e impactos podem ser agudos e críticos: a falta de integração e de comunicação das informações leva ao retrabalho, falhas na gestão e, principalmente, problemas na tomada de decisão.

O gestor apenas terá informações competitivas e importantes se os dados se mantiverem organizados e interligados entre si. A integração facilita o acesso a dados de diferentes áreas e oferece maior transparência no diagnóstico e tomada de decisão.

Maior segurança

Uma das grandes vantagens é que a segurança dos dados está nas mãos da organização. Ao utilizar um ERP empresarial, o gestor passa a ter maior controle dos dados produzidos pela empresa. Além disso ele consegue definir quais usuários podem inserir e editar determinado tipo de informação.

Maior autonomia

A adoção de um ERP empresarial possibilita que informações sejam disponibilizadas em tempo real. Isso garante que o gestor tenha tempo para analisar e tomar as melhores decisões.

Um sistema ERP empresarial possibilita a integração de todos os dados da organização. Isso permite que os dados estejam concentrados dentro da empresa, podendo ser acessados de forma rápida.

Por exemplo, se o departamento comercial precisar de uma informação de um cliente ou da quantidade de produtos em estoque, é possível saber de forma ágil a informação e definir a melhor estratégia de vendas.

Alta capacidade de customização

Quando o empreendedor adquire um software para funcionar internamente, há a possibilidade de customizar os sistemas conforme as necessidades da empresa.

Isso significa que ao implementar um ERP empresarial é possível que novas funcionalidades e integrações sejam customizadas, conforme haja necessidade, o que acaba por reduzir gastos desnecessários, otimizar o tempo e aumentar a produtividade.

Que tal complementar sua leitura com esse nosso outro material “3 softwares para otimizar a rotina do lojista de varejo”? Acesse e boa leitura!