O processo logístico, que pode ser conceituado como a cadeia de ações estratégicas voltadas para a aquisição, manuseio e armazenagem de materiais e produtos. É um processo bastante amplo, no qual se planeja, implementa e controla o fluxo e armazenagem de bens, desde a sua origem até o ponto de consumo.

Nesse sentido, características como a integridade, qualidade e agilidade do processo contam muito para o resultado final — sobretudo quando se trata de logística no mercado varejista.

Continue lendo e confira, neste post, alguns pontos que comprovam a importância da logística no comércio varejista e como obter melhores resultados em seus processos. Acompanhe!

Logística no mercado varejista: por que ela é tão importante?

No varejo, a importância da logística é cada dia maior, pois o volume de produtos existentes e que precisam estar disponíveis aos consumidores é bem grande.

Nesse contexto, a logística atua como uma ferramenta que alinha a ação dos fornecedores às do varejista, de modo a entregar sempre as mercadorias corretas no tempo ideal, mantendo o ciclo de compra e venda eficiente.

De maneira geral, isso auxilia o varejista a se manter sempre em atividade, com disponibilidade de produtos e, consequentemente, satisfazendo os seus clientes.

Como garantir uma logística eficiente no varejo?

A logística pode ser visualizada como uma via de mão dupla, de forma que, ao mesmo tempo que o mercado varejista precisa dela para receber seus produtos, também necessita para enviá-los aos seus clientes. Em ambos os casos, ser estratégico é fundamental para conseguir suprir as demandas a custos mais baixos.

A exemplo disso, é muito comum lojistas do varejo se valerem de meios alternativos para realizar a logística do seu negócio, por exemplo, indo eles mesmos ao distribuidor ou atacadista buscar as suas compras. Geralmente, para tornar esse tipo de compra mais vantajosa, os varejistas vão em grupos para ratear as despesas.

Mas, além dessa, existem outras maneiras de tornar a logística mais eficiente. Vejamos:

1. Otimização do transporte de cargas

Uma logística eficaz depende muito do modelo de transporte utilizado. No Brasil, o modelo rodoviário é o mais utilizado no mercado varejista. Porém, é essencial que esse transporte seja eficiente, tanto em termos de prazos quanto de qualidade.

As micro e pequenas empresas, especialmente, podem se valer da logística contratada para efetuar seus processos logísticos externos, por exemplo.

2. Segurança dos produtos

A segurança e integridade das mercadorias também é um ponto de alta relevância para a logística varejista, pois como lidam com o consumidor final, que é altamente exigente, é ainda mais importante garantir que as mercadorias cheguem em perfeito estado ao seu destino.

3. Gestão de estoque

A gestão de estoque é o que permite a empresa manter as suas demandas sob controle. Por meio de softwares de gestão, por exemplo, é possível gerir a quantidade de produtos no estoque e, assim, ter uma tomada de decisão mais acertada sobre a compra de novas mercadorias, volume de vendas e realizar a previsão de demandas. Isso evita o acúmulo e gastos desnecessários com armazenamento de mercadorias e ainda evita a indisponibilidade de produtos ao consumidor.

Por fim, a logística no mercado varejista é fundamental para o seu sucesso. O fluxo de entrada e saída de produtos é, na maioria dos casos, muito grande, o que demanda uma postura e gestão estratégica sobre os processos para evitar problemas. Mas, com essas dicas, tudo tende a ficar mais simples.

Gostou do nosso post? Quer se inteirar mais sobre o assunto? Então siga nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro das nossas novidades! Estamos no Twitter, Facebook e Instagram.