Com a acirrada disputa por um lugar no mercado, desenvolver estratégias para reduzir custos já é parte da rotina de qualquer gestor. E, quando o assunto é o atacado, é preciso levar em conta algumas particularidades em relação ao varejo. Afinal, o perfil do cliente e o da dinâmica de vendas é diferente.

Entretanto, nem todo mundo sabe qual a melhor forma de enxugar os gastos. Por isso, mostraremos aqui algumas dicas para que você possa reduzir custos no atacado de forma eficiente. Confira!

1. Compartilhar ponto de venda

Existem diversas estratégias para reduzir custos em uma empresa. No setor do comércio, é interessante ter alguns critérios de avaliação daquilo que pode um gasto a ser cortado ou um processo a ser otimizado. Nessa segunda opção, uma alternativa interessante é o compartilhamento de PDV (ponto de venda).

Muitos atacadistas acabam não usando o espaço que possuem da forma mais eficiente. Além disso, o aluguel das instalações pode ser caro, algo que complica o planejamento financeiro. Compartilhar o PDV com outro comerciante surge como uma solução para esse problema.

Ao mesmo tempo em que você reduz os gastos com aluguel e manutenção do PDV, a presença das duas lojas complementam uma à outra, atraindo ainda mais clientes para seu negócio.

Os itens a seguir mostram outras perspectivas nesse sentido.

2. Otimize os custos operacionais

A dinâmica interna de um atacado é diferente da observada em um varejo. O ritmo da logística é diferente, assim como o volume de mercadorias. Entretanto, alguns pontos podem ser otimizados para reduzir os custos operacionais.

A dica anterior, se aplicada, pode abrir espaço para uma outra ação bastante eficiente — trata-se do compartilhamento de equipes. Um mesmo funcionário pode ser responsável por organizar as gôndolas de diferentes distribuidores, por exemplo.

Outros serviços também podem passar por um remanejamento interno. É importante fazer uma análise interna para identificar processos que possam ser eliminados.

3. Fique atento aos gastos com transporte

Os serviços ligados à logística representam um gasto enorme para um atacado. Seja para o recebimento de estoque ou na entrega de produtos, eles são extremamente necessários.

Entretanto, é possível otimizá-los, de forma a reduzir os custos em certas operações. Fazer um planejamento de trajeto para aproveitar o mesmo caminhão, por exemplo, é algo que diminui a necessidade de vários fretes separados.

Uma alternativa é, assim como nos itens anteriores, compartilhar esse recurso com outro atacadista. Isso faz com que ambos sejam atendidos pelo mesmo veículo e dividam o pagamento, reduzindo bastante o custo do transporte.

4. Utilize a tecnologia a seu favor

Muitas vezes, alguns gastos são mais altos do que deveriam pois dependem de modelos ultrapassados de gestão. Assim como os computadores substituíram o uso do papel para certos processos, alguns softwares podem otimizar outros processos dentro de um atacado e reduzir os custos ligados a eles, deixando para trás até mesmo a gestão por planilhas.

A própria geração de notas fiscais, por exemplo, pode ser substituída pela Nota Fiscal Eletrônica, que deixa de lado a necessidade de uma impressora específica para utilizar uma genérica de sua escolha. O sistema é todo gerenciado por uma plataforma simples e elimina os gastos ligados ao gerador de notas fiscais tradicionais.

São diversas as soluções tecnológicas que podem ajudá-lo a reduzir custos no atacado e até mesmo aumentar o rendimento de sua equipe. Faça uma avaliação em sua empresa e aplique essas dicas para economizar ainda mais!

Gostou do post? Então, siga nossos perfis no FacebookTwitter e Instagram para ver mais conteúdos sobre o tema!